Uma das principais atribuições dos gestores de RH é promover ações para melhorar o relacionamento entre os colaboradores, fazendo com que tenham um contato mais próximo. Esse tipo de prática é fundamental para melhorar a capacidade de trabalho em equipe dos envolvidos. Nesse contexto, um team building gastronômico tem muito a contribuir.

Essa estratégia proporciona uma experiência que estimula a criatividade, o improviso e a tomada rápida de decisão — tudo isso de forma prazerosa.

Ao longo do texto você vai entender como essa atividade funciona e como ela pode deixar seus times mais engajados. Aproveite o conteúdo!

Como funciona o team building gastronômico?

Em português, o termo team building significa “construção de equipe”. No universo corporativo, ele representa um conjunto de estratégias com o objetivo de garantir que as pessoas trabalhem coletivamente, a partir de uma meta compartilhada.

Na maioria das vezes, essas atividades são executadas fora do ambiente de trabalho e buscam tornar clara a importância da colaboração. Esse objetivo é atingido por meio de experiências realistas, nas quais é necessário lidar com conflitos internos, tomar decisões e resolver problemas como um time.

Embora possa ser utilizado de inúmeras maneiras, a variação gastronômica do team building — também conhecida como Gourmet Experience — é uma alternativa bastante eficaz para criar vivências enriquecedoras para os funcionários.

É possível, por exemplo, preparar drinks diferenciados usando a mixologia, que envolve combinação de aromas e sabores sofisticados. Também há como criar competições de gastronomia, preparar pizzas e massas do início ao fim, e assim por diante.

Quais são as vantagens do team building gastronômico?

Além de oferecer aos colaboradores de uma empresa a oportunidade de realizar atividades diferentes, o team building gastronômico oferece diversos benefícios. Confira.

Aumenta a criatividade

As atividades incluídas em programas de team building são desenvolvidas para gerar motivação. Quando um talento se depara com um desafio que não é sua especialidade, como ele se comporta? Quais serão os artifícios usados para superar determinado obstáculo?

Além de incentivar a integração, essas situações são ótimos recursos para trabalhar a criatividade. Afinal, os problemas de uma cozinha ou da confecção de um prato gourmet, por exemplo, não fazem parte do cotidiano de muitos profissionais — eles precisarão inovar para resolver!

Estimula a liderança

A liderança é uma competência que demanda estímulos frequentes. Quando uma equipe está submetida a uma circunstância de pressão, torna-se propício tomar a dianteira do processo e ditar o ritmo do que será executado. No Gourmet Experience, isso tende a acontecer com alguma frequência, e a vocação para liderar é aprimorada.

Favorece uma comunicação mais próxima

Em atividades de team building, os participantes deverão se comunicar até encontrar as melhores soluções. Será preciso equilibrar sabores e ingredientes, o que exige diálogo frequente e esforços colaborativos. Esse ponto é fundamental para que as receitas saiam conforme o previsto. 

De certo modo, essa experiência é levada para o cotidiano profissional, que também exige um relacionamento próximo entre os colaboradores — é necessário alinhar as ideias para alcançar os objetivos almejados.

O team building gastronômico é uma experiência que pode transformar a conexão entre os membros de uma equipe. Por isso, é importante escolher uma empresa especializada em realizar esse tipo de ação.

Se você gostou do texto e quer ajuda para favorecer as relações pessoais da sua organização, entre em contato conosco!