Podemos afirmar que o desejo da maioria dos gestores para com sua equipe é que ela tenha iniciativa, além de oferecer soluções criativas e eficazes no trabalho. É totalmente possível atingir esse ideal. Sabe como? Aplicando o empowerment nas empresas — um conceito simples e que gera ótimos resultados relacionados à cultura organizacional.

Em suma, o empowerment consiste na descentralização de tarefas, estimulando o empoderamento dos colaboradores. Ao incentivar a autonomia dos funcionários e a participação deles nas tomadas de decisão, a produtividade e a qualidade do trabalho tendem a aumentar consideravelmente.

Continue acompanhando este post para entender os principais benefícios desse conceito de gestão. Assim, é possível aplicar o empowerment no seu negócio. Confira!

O significado detalhado de empoderamento

Embora o conceito tenha sido explicado anteriormente, vale entender outras perspectivas sobre o termo.

Confiança é a base do modelo administrativo de empowerment. Primeiramente, é preciso que algo fique bem claro: antes de delegar funções aos colaboradores, é preciso capacitá-los, ou seja, investir tempo na instrução de cada um, de forma que esses profissionais tenham as ferramentas necessárias para crescer e amadurecer profissionalmente.

A ideia de uma gestão que usa o empowerment é criar um ambiente de trabalho em que as pessoas se sintam empoderadas, isto é, não serem limitadas ou privadas de informações relevantes. Isso contribui para que se tornem mais produtivas e satisfeitas.

Os benefícios do empowerment nas empresas

Delegar poderes aos colaboradores é uma maneira de incentivá-los a se envolverem nos processos e nas tomadas de decisão da corporação, o que estimula o engajamento com a empresa. Em retorno, os funcionários passam a buscar soluções eficazes para melhorar os rumos da instituição. Isso acontece porque eles se sentem valorizados e se veem contribuindo para o crescimento do negócio.

A satisfação em fazer parte do time da empresa é mais um benefício. Ao desenvolver a liderança dos colaboradores, a taxa de rotatividade diminui, ao passo que a retenção de talentos aumenta.

Quando os funcionários percebem que podem desenvolver suas tarefas com mais autonomia, os sentimentos de acolhimento e realização profissional são inevitáveis. Para o negócio, isso representa mais chances de se destacar no mercado. Com os funcionários livres para propor inovações, a marca ganha mais competitividade e se posiciona frente à concorrência.

Quer ficar totalmente convencido da força positiva do empowerment? Então veja em detalhes 5 dos principais benefícios e como atingi-los.

Desenvolvimento da autoconfiança

A autoconfiança é fundamental para qualquer situação, e no ambiente de trabalho não é diferente. Para desenvolvê-la, o colaborador pode contar com a sua ajuda.

Dê feedbacks construtivos para que as pessoas saibam as metas a serem atingidas, o que pode ser melhorado e o que já foi alcançado. Reconhecer os esforços dos funcionários é uma das recompensas pelo trabalho diário.

Aumento de produtividade

Bons resultados quanto à produtividade vêm de uma combinação de fatores, como clima organizacional agradável, cooperatividade, comunicação clara e confiança. Você pode começar tendo a certeza de transmitir todas as informações necessárias para que cada pessoa possa realizar sua atividade. Comunicação clara e objetiva é essencial.

Melhora no clima organizacional

Quando você demonstra que valoriza as pessoas, exerce a empatia e promove um clima mais agradável e produtivo para todos. Essa demonstração pode acontecer de várias maneiras: por meio das suas atitudes, da linguagem e até da expressão facial. Por isso, preste bem atenção na imagem que você pode estar transmitindo. Ela é compatível com o que você sente?

Desenvolvimento de novos líderes

Quando uma pessoa trabalha em um ambiente de aprendizado contínuo e tem autonomia para tomar alguns tipos de decisão, ela se torna um profissional melhor. Com o tempo, pode se transformar também em líder, mudando sua maneira de pensar na organização. O líder zela ainda mais pelo bom funcionamento da instituição.

Autonomia dos funcionários

Procure confiar nas pessoas. Se o ambiente for repleto de cobranças, pressões, limitações e críticas negativas, o resultado dificilmente será positivo. Crie relações baseadas em expectativas claras, de forma que os colaboradores possam relaxar para realizar suas tarefas com foco.

A aplicação do modelo de gestão

Essa forma de gestão se baseia em 4 princípios: poder, motivação, desenvolvimento e liderança. A motivação serve para reconhecer o bom trabalho da equipe, o desenvolvimento propõe a capacitação contínua dos colaboradores e a liderança consiste na descentralização das decisões. Para colocar esse método em prática, preste atenção nas orientações a seguir.

Incentive a opinião da equipe

Saber escutar as sugestões dos funcionários faz parte da implementação do empowerment nas empresas. Um gestor que condena qualquer ideia, mesmo sem testá-la, está prejudicando o crescimento do próprio negócio.

É importante permitir que os colaboradores compartilhem suas opiniões e se sintam confortáveis em apresentar novas soluções. Portanto, crie um ambiente que, além de prezar pelo sucesso, saiba reconhecer as falhas como oportunidades de desenvolvimento.

Melhore a comunicação organizacional

O conhecido modelo de comunicação hierárquico — que corre de cima para baixo — já se tornou obsoleto. Você, como gestor, pode ter mais experiência de mercado, mas precisa saber dialogar com os seus colaboradores.

Procure estabelecer uma comunicação clara e objetiva no ambiente de trabalho. Esteja a aberto às novas sugestões e deixe seus funcionários a par do que acontece na empresa.

Reconheça o trabalho dos colaboradores

Como dissemos mais acima, reconhecer o trabalho da equipe é um dos pilares do modelo empowerment de gestão.

O reconhecimento de um funcionário não se resume ao quanto ele ganha como salário. Os maiores talentos das empresas fazem questão de que a estabilidade financeira ande lado a lado com a realização profissional. Portanto, valorize o trabalho competente de cada bom funcionário.

Até aqui, você pôde perceber a importância que tem o empowerment nas empresas. Esse novo modelo de gestão tem se tornado cada vez mais parte da cultura organizacional de muitas corporações.

Como vimos, são muitos os benefícios para o negócio. Entretanto, trata-se de um método que causa muito impacto na instituição. O recomendado é que as mudanças sejam feitas gradualmente, de forma que os resultados positivos sejam obtidos.

Agora que você já aprendeu o que é o modelo empowerment nas empresas, o que acha de compartilhar este post nas suas redes sociais para que outras pessoas tenham acesso a essas informações? Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *